8 de dezembro de 2023

Amortização de empréstimo ajuda a alcançar liberdade financeira

amortização de emprestimo consignado
Compartilhe este Post
Tempo de Leitura: 5 minutos

A amortização de empréstimo é um processo essencial no universo das finanças, presente em diversas modalidades de crédito. 

Trata-se de um método que visa a quitação gradual de uma dívida, por meio do pagamento periódico de prestações que contemplam tanto os juros quanto a redução do saldo devedor. 

Esse mecanismo permite aos tomadores de empréstimos planejar e entender melhor as parcelas a serem pagas ao longo do tempo, assim como o impacto dos juros no custo total do financiamento. 

E neste texto, nos dedicamos a apresentar os principais conceitos e métodos de amortização de empréstimo, destacando sua importância e como ele influencia nas decisões financeiras pessoais e empresariais.

O que é amortização de empréstimo?

Amortização de empréstimo é o processo de pagamento gradual de um empréstimo ou financiamento, no qual o devedor realiza pagamentos periódicos que incluem tanto a parte dos juros quanto a redução do saldo devedor. 

Esses pagamentos são feitos em parcelas fixas ao longo de um período predefinido, o que permite a liquidação da dívida até que ela seja completamente quitada. 

Assim, ao longo do tempo, a proporção de juros e amortização (redução do principal) nas parcelas pode variar, sendo que no início, os juros costumam ser mais significativos.

Mas à medida que o empréstimo avança, a parcela destinada à amortização do saldo devedor aumenta. 

Leia também: Veja como calcular juros de forma simples

banner de simulação de empréstimo com cartão de crédito do Limite na Hora

Como funciona a amortização de empréstimo?

A amortização de empréstimo funciona através do pagamento periódico de prestações que incluem tanto os juros quanto a redução do saldo devedor. 

Cada prestação paga ao credor é composta por uma parte referente aos juros, que é calculada com base no saldo devedor remanescente, e outra parte destinada à amortização, que serve para reduzir o valor principal da dívida.

Deste modo, à medida que o devedor realiza esses pagamentos periódicos, o saldo devedor diminui, o que resulta em uma redução progressiva dos juros a serem pagos nas próximas prestações. 

Assim, ao longo do tempo, a proporção do valor da prestação destinada à amortização aumenta, o que contribui para a liquidação do empréstimo até que a dívida seja quitada por completo.

Veja também: como pedir um empréstimo alto e conseguir dinheiro como limite no cartão de crédito

O que é a taxa pré-fixada e pós-fixada?

A taxa pré-fixada e pós-fixada são diferentes tipos de taxas de juros aplicadas a empréstimos, investimentos ou financiamentos.

Na taxa pré-fixada o valor dos juros é estabelecido no momento da contratação do empréstimo ou investimento e permanece fixo ao longo de todo o período acordado, independentemente das variações do mercado. 

Já a pré-fixada é determinada com base em um índice de referência, como a taxa Selic, o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) ou algum outro indicador financeiro. 

A taxa de juros é ajustada periodicamente de acordo com as variações deste índice. 

Portanto, o valor final dos juros a ser pago ou recebido só é conhecido ao final do período contratado, o que torna o valor das parcelas ou ganhos sujeito a flutuações de mercado.

calcular amortização de emprestimo

Tipos de amortização de empréstimo

Existem diferentes métodos de amortização de empréstimo, sendo os dois mais comuns a Tabela Price e a Tabela SAC. Entenda mais sobre eles.

Tabela Price

A Tabela Price, também conhecida como Sistema Francês de Amortização, é um método no qual as parcelas possuem um valor fixo ao longo do contrato. 

Cada prestação inclui uma parte referente aos juros e outra parte destinada à amortização do saldo devedor. 

Ao longo do tempo, a proporção entre juros e amortização varia.

Geralmente, neste método, no início do contrato a parcela destinada aos juros é maior, e a destinada à amortização do saldo devedor é menor. 

Conforme o empréstimo avança, essa relação se inverte, e a parte referente à amortização aumenta.

Vantagens e Desvantagens da Amortização Price

Vantagens:

  • prestações fixas proporcionam previsibilidade financeira;
  • facilita o planejamento orçamentário, uma vez que as parcelas mantêm-se constantes ao longo do tempo.

Desvantagens:

  • custos totais mais elevados em comparação com outros métodos de amortização;
  • pagamento de juros maiores no início do empréstimo.

Tabela SAC

A Tabela SAC, ou Sistema de Amortização Constante, é um método em que o valor das prestações é decrescente ao longo do tempo. 

As parcelas incluem uma parte referente aos juros, calculada sobre o saldo devedor remanescente, e outra parte destinada à amortização, que permanece constante durante todo o período do empréstimo.

Vantagens e Desvantagens da Amortização SAC

Vantagens:

  • custos totais menores, já que os juros são calculados sobre um saldo devedor decrescente;
  • redução progressiva das prestações ao longo do tempo.

Desvantagens:

  • menos previsibilidade nas parcelas, uma vez que elas diminuem ao longo do tempo, o que pode ser mais desafiador no início do contrato;
  • maior impacto no orçamento nos primeiros períodos de pagamento devido às parcelas maiores no início do empréstimo.

Leia também: Emergência financeira: vale a pena fazer um empréstimo?

calculadora de amortização de emprestimo

Afinal, como amortizar um empréstimo?

Para amortizar um empréstimo você deve:

  • fazer os pagamentos conforme o contrato, considerando também a possibilidade de pagamentos extras;
  • conhecer o método de amortização usado;
  • manter registros detalhados;
  • verificar penalidades para pagamentos antecipados;
  • considerar a opção de refinanciamento para condições mais vantajosas. 

Essas práticas ajudam a diminuir o saldo devedor, economizar em juros e quitar o empréstimo de maneira mais rápida e eficiente.

Consiga seu Empréstimo Pessoal Online agora mesmo! Um processo ágil e simples com dinheiro na sua conta em apenas uma hora. Aproveite essa oportunidade.

Conclusão

Amortizar um empréstimo é um processo crucial para reduzir gradualmente a dívida contraída. 

Para alcançar esse objetivo, é essencial seguir alguns passos importantes, conforme mostramos ao longo do texto.

Por exemplo, inicialmente, fazer os pagamentos conforme o contrato estabelecido é fundamental, pois garante a regularidade e o cumprimento das condições pré-acordadas. 

Além disso, considerar a realização de pagamentos extras sempre que possível pode acelerar significativamente o processo de amortização.

Isso porque assim você direciona valores adicionais para reduzir o saldo devedor, o que diminui os juros acumulados ao longo do tempo.

Vale ressaltar que é importante conhecer o método de amortização utilizado no empréstimo, seja ele a Tabela Price ou a Tabela SAC, para entender como os pagamentos são aplicados para reduzir o saldo devedor. 

Em resumo, ao seguir essas práticas, é possível diminuir o saldo devedor, economizar em juros e quitar o empréstimo de maneira mais rápida e eficiente.

Todos os pontos apresentados aqui ajudam a aliviar a carga financeira e proporcionam maior estabilidade para a saúde financeira pessoal ou empresarial.

banner de proposta de empréstimo com cartão de crédito da Limite na Hora
redatora

🌟 Isabela é uma redatora talentosa, apaixonada por criar conteúdo envolvente e impactante. Sua criatividade, habilidade de comunicação e ética de trabalho impecável garantem resultados excepcionais. Sempre atualizada e comprometida em superar expectativas, ela é uma adição valiosa a qualquer equipe.

📚 Além de sua paixão pela escrita, Isabela é uma ávida pesquisadora, dedicada a aprofundar seu conhecimento em uma variedade de áreas. Sua curiosidade incessante a impulsiona a explorar novos tópicos e a permanecer atualizada sobre as últimas tendências e desenvolvimentos.

Compartilhe este post

MÍDIA | NOTÍCIAS SOBRE A  LIMITE NA HORA

Veja o que os veículos de comunicação estão dizendo sobre a Limite na Hora:

Exame - Existe complementaridade entre fintechs e bancos em meio à crise

Revista Economia SA - : O modelo disruptivo de concessão de créditos via limite do cartão de crédito.

Administradores - Pesquisa indica alta no crescimento de crédito em 2022.

Space Money - Cartão de crédito: o futuro do crédito pessoal.

Hoje em Dia - A história do empreendedor da Limite na Hora.

Economia S/A - Solicitação aprovada: oportunidades e gargalos das fintechs de crédito.

Bonde - Empréstimo no cartão de crédito: como funciona?

Notícias de Empregos - Empréstimo no cartão de crédito é opção com juros baixos e menos burocracia.

Jornal Contabil - Cartão de Crédito: O futuro promissor do crédito pessoal.

Jornal Tribuna - Escape da inadimplência utilizando as opções de crédito disponíveis.

Jornal Tribuna - Concessão de empréstimos para micro e pequenas via limite do cartão de crédito.

Jornal Tribuna - Reviravolta: Empresário supera perda na infância para construir carreira de sucesso.